Lombroso vs. Tolstói

Achei no Mind Hacks a dica de um artigo muito curioso sobre um encontro improvável. Em 1897, durante visita a Moscou, o criminalista Cesare Lombroso (já falei dele aqui no blog) encontrou o escritor russo Liev Tolstói. A visita do médico italiano tinha um intuito estritamente científico: provar que gênio e loucura estavam intimamente conectados.

Ao final do encontro, o criminalista conclui implacavelmente  que Tolstói poderia sofrer  de “psicose epileptóide”. Para ilustrar o quanto Lombroso esticava os limites de sua teoria, basta dizer que considerava -baseado nas características crâni0-faciais – como tendo aspetto cretinoso o degenerato, além do escritor de “Guerra e Paz”, Charles Darwin, Sócrates e Dostoiévski.

Tolstói registraria laconicamente em seu diário, revelado anos depois, a visita do italiano:”Lombroso veio. Ele é um homem ingênuo e simplório.”

Link para o artigo (que não é aberto) - Cesare Lombroso: Methodological ambiguities and brilliant intuitions

:: Posts relacionados: Anatomia do malO bêbado e a escadaFotografias da almaDostoiévski em crise

No comments yet.

Leave a Reply