Louco de pedra

Há quem acredite que a expressão “louco de pedra” não seja uma redução da frase “louco de atirar pedra”, usada para denominar o indivíduo agressivo por conta da ausência do juízo da realidade.

Na gravura acima, do artista Lucas van Leyden, um cirurgião intinerante do século XVI extrai pedras da cabeça de um homem. As pedras simbolizam a loucura e nesse tipo de procedimento, após o corte do couro cabeludo, num movimento de prestidigitação, as pedras surgiam na mão do cirurgião. A seguir eram mostradas aos pacientes e atiradas fora, no intuito de curar o doente por sugestão.

(imagem via @ChirurgeonsAppr)

:: Posts relacionados:CowboyterapiaCharlatanismoO bêbado e a escada

2 Responses to “Louco de pedra”

  1. Gilson
    05/10/2014 at 6:04 pm #

    Tivemos outra explicação na aula de ontem! Bem diferente dessa. Que, ao estar internado em um manicômio, as famílias nobres nos finais de semana levavam seus familiares ,visitavam, escoliam um deles e atiravam pedras. daí o nome louco de atirar pedras.

    Pode ser?

    Por favor, Please, informe!

    • S. Albuquerque
      05/10/2014 at 8:11 pm #

      Gilson, não há como comprovar nenhuma versão sobre a origem da locução.

Leave a Reply