O Exorcista e a ‘Neurose cinemática’

Encontrei no Mind Hacks um post interessante sobre o efeito psicológico que o filme “O Exorcista” (The Exorcist, EUA, 1973) provocou em alguns expectadores. À época do seu lançamento nos cinemas, houve relatos de desmaios, expectadores tomados pelo medo saindo das salas às pressas e até de pessoas que “enlouqueceram” depois de ver o filme de William Friedkin.

Isso causou uma certa preocupação na comunidade científica e, em 1975, foi publicado um artigo no periódico Journal of Nervous and Mental Disease , intitulado ‘Cinematic Neurosis Following The Exorcist’ com o relato de quatro casos de problemas psiquiátricos em expectadores do filme.

The fact that the issue of ‘Exorcist madness’ was considered serious enough to appear in a medical journal is more likely testament to the fact that the film touched a raw nerve in the America of the 1970s, than the fact that it raised the hackles of some of its audience members.

Leia aqui o post: Mental illness following The Exorcist

:: Posts relacionados: Uma estranha psiquiatriaDivã de celulóideAmor ao horror

One Response to “O Exorcista e a ‘Neurose cinemática’”

  1. Paulo Hudson
    30/04/2012 at 4:25 pm #

    Tinha um tempinho que não visitava o blog… Quantos posts bacanas! Muito bom mesmo. Vou ver se consigo este artigo na integra.

Leave a Reply