Álcool, o inimigo

temperança alcoolismo

 

Encontrei no interessante Virtual Absynthe Museum um pôster do final do século XIX que alerta sobre o perigo mortal do álcool. Interessante é notar que, por trás das campanhas anti-absinto e contra outros tipos de bebidas alcoólicas destilada, havia na época o poderoso lobby da indústria de vinho francesa. Apesar de condenado pelo movimento da temperança, o uso do álcool contido no vinho, sobretudo na França, não era visto como algo nocivo.

No pôster, essa idéia aparece como um experimento: à esquerda, a cobaia faz uso de álcool derivado de uva e sofre apenas um leve estado de embriaguez e sonolência.A pobre cobaia da direita, porém, tem uma sorte pior. Após ser inoculada com o tipo de álcool “ruim” (chamado de “álcool industrial”), agoniza com convulsões e eventualmente morre.

Veja detalhes do pôster em tamanho maior, clicando na imagem.

:: Posts relacionados: O mito do absinto, O bêbado e a escadaA familia e o álcool

 

One Response to “Álcool, o inimigo”

  1. Maria
    11/11/2012 at 5:21 pm #

    Desde que você comentou aqui que não aconselhava álcool com lítio, ou ser bipolar e beber que resolvi dfar uma parada. Agora só uma taça de vinho e a depnder da ocasião. De fato percebo que as besteiras que fazemos é menor, com mais consciência se fica mais tranquilo, lúcido, etc, pois na bipolaridade uma euforia já basta..rs.
    Mas tem dia de muita tentação…

    abraços

Leave a Reply