Tag Archives: Karl Jaspers

Karl Jaspers, filósofo

Os psiquiatras o conhecem como o pai da psicopatologia fenomenológica. Os residentes de psiquiatria e estudantes o conhecem como o autor de um livro muito extenso e complicado sobre psicopatologia. Além  - e antes – disso, Karl Jaspers era filósofo. A seguir, a tradução da entrada sobre o psiquiatra alemão do site La-Philosophie.com:

Karl Jaspers foi um psiquiatra e filósofo alemão nascido no século XIX.

Existencialista, concebia a existência como um drama, uma tensão entre nossa presença no mundo e nossa aspiração à transcendência, entre a ciência e a religião. A incapacidade da ciência de resolver todos os problemas, sobretudo o de alcançar a felicidade completa através da ação é, segundo ele, o sinal de uma revelação divina.

Sua reflexão existencial analisa as situações (sofimento, conflito, culpa, morte…) que os filósofos racionais neglicenciaram ms que constituem os pólos incontornáveis da existência humana.

Jaspers concebia as relações entre os homens como manifestações de uma “batalha amorosa” , que oscila incessantemente entre o ódio e o amor.  Sua filosofia culmina numa teoria dos sinais e do sentimento religioso.

Mais sobre Karl Jaspers em Goethe Institut e na Stanford Encyclopedia of Philosophy

:: Posts relacionados: Como ler JaspersDelírio, Delusion, Whan

Leave a Comment

Assim é se lhe parece

Pareidolia é a ilusão que ocorre quando o cérebro tenta encontrar imagens conhecidas em estímulos sem organização. Isso acontece quando olhamos para as nuvens, por exemplo, e identificamos o formato de um animal ou objeto, ou quando percebemos rostos humanos ou monstruosos em manifestações da natureza, como nesta imagem.

Karl Jaspers em sua Psicopatologia Geral descreve assim:

Sem emoçao, sem juízo sobre a realidade mas também sem que as imagens desapareçam com a atenção, a fantasia, “produtiva devido a impressões sensoriais incompletas”, transforma nuvens, superfícies de muros antigos etc. em imagens ilusórias com nitidez corpórea.

Dito de forma simples, pareidolia é o que acontece quando o cérebro tenta transformar algo estranho ou vago, em algo familiar. Isso geralmente ocorre com estímulos visuais e auditivos.

Nos EUA eles têm a mania de ver Elvis Presley ou Jesus Cristo em torrada, batatas, nachos e outros gêneros alimentícios. Um estudo recente examina as bases neurocientíficas do fenômeno e conclui: uma batatinha frita que parece com Elvis funciona como a imagem do próprio Rei do Rock’n Roll para o cérebro - The Potato Chip Really Does Look Like Elvis! Neural Hallmarks of Conceptual Processing Associated with Finding Novel Shapes Subjectively Meaningful

:: Posts relacionados: Enxergando de olhos fechadosCiência dos sonhosAs vias musicais da emoção

Leave a Comment

O limiar da psicose

Um bom texto sobre o pródromo da psicose: Slipping into psychosis: living in the prodrome.

It is impossible to predict the precise moment when a person has embarked on a path toward madness, since there is no quantifiable point at which healthy thoughts become insane.

Apesar de muito elucidativo, há duas omissões imperdoáveis no texto: o autor não poderia deixar de citar Karl Jaspers e Klaus Conrad, esse úlimo, o autor do texto mais valioso sobre o pródomo da psicose, com sua conhecida fase de “Trema”.

:: Posts relacionados: Como ler Jaspers, Krapelin e a Paranóia, Diário de um louco

Leave a Comment

Como Ler Jaspers

Dois artigos para ajudar na compreensão da psicopatologia descritiva:

O primeiro é um artigo (em espanhol) da Revista Chilena de Neuro-Psiquiatria, muito útil para entender as idéias dA Psicopatologia Geral de Karl Jaspers.

O outro, um artigo do dr. Elie Cheniaux publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria sobre conceitos da psicopatologia descritiva.

Bom material para os residentes de psiquiatria.

Leave a Comment